Buscar
  • redação

Pós-covid-19: Brasil ainda terá de cumprir com os compromissos de saneamento básico

Fonte de vida para a humanidade, a água é considerada símbolo de riqueza. Mas, segundo pesquisa do Instituto Trata Brasil, cerca de 83% dos brasileiros são atendidos com abastecimento de água tratada. Isso quer dizer que há quase 35 milhões de brasileiros sem acesso a esse serviço básico - sendo que a região mais afetada é o Norte do Brasil, com apenas 57% da população abastecida.


Para completar o cenário, a higiene pessoal é o tema de maior importância no combate ao novo coronavírus. Portanto, tornou-se ainda mais pertinente falar em saneamento básico. Afinal, é preciso pensar além da pandemia. Quando isso passar, ainda teremos esse grande desafio pela frente. Isso porque, de acordo com o Ranking do Saneamento Básico com as 100 Maiores Cidades do país, do Instituto Trata Brasil, os números de 2020 mostram que os avanços são insuficientes para o Brasil cumprir compromissos nacionais e internacionais em relação a água tratada, coleta e tratamento dos esgotos.


Mas é importante ressaltar que existem hoje tecnologias de aplicação e produtos focados em eficiência e sustentabilidade capazes de contribuir efetivamente para que as empresas de saneamento, públicas ou privadas, possam cumprir esse desafio que se faz tão necessário e urgente. “No que se diz respeito ao tratamento de água, o Global Service, desenvolvido pelo Grupo Sabará, é uma integração inédita de tecnologias para a sanitização no saneamento básico e no tratamento de águas industriais, efluentes, águas de reuso e torres de resfriamento”, explica Lucas Donato, gerente Comercial da unidade de negócio Sabará Químicos e Ingredientes, pertencente ao Grupo Sabará.


A solução completa sanitizante conta com uma aplicação extremamente segura, logística de abastecimento programada e serviço de manutenção permanente. Recentemente a empresa lançou no mercado mais uma novidade, a Solução Integrada de Segurança e Dosagem de Clorogás, tecnologia que garante a segurança da Estação de Tratamento de Água – ETA, onde o sistema detecta e soluciona possíveis emanações de gás no ambiente de maneira automática e inteligente. “Isso é possível por meio dos sensores que funcionam 24 horas por dia, detectando qualquer presença inadequada do gás no ambiente de maneira rápida, agindo imediatamente no disparo de alarmes visuais e sonoros, e conduz o fechamento instantâneo das válvulas dos cilindros e da tubulação de abastecimento”, conclui Donato.

Sobre o Grupo Sabará:

O Grupo Sabará, com mais de 60 anos de história, é genuinamente brasileiro e reconhecido pela sua capacidade de inovação e adaptação. Por meio de seus vários ramos de atividade, o Grupo Sabará atua em todo o território nacional e possui distribuição em mais de 40 países ao redor do mundo. É especializado no desenvolvimento de tecnologias, soluções e matérias-primas de alta performance, voltadas aos mercados de tratamento de águas, cosméticos, nutrição e saúde animal e às indústrias de alimentos e bebidas.

10 visualizações
Deixe seu e-mail e se mantenha informado
  • Grey Google+ Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey LinkedIn Icon
  • Grey Facebook Icon
  • Google+ Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • Facebook Social Icon