Buscar
  • redação

O que esperar da nuvem nos próximos anos

Pesquisa da McKinsey com cerca de 450 diretores de tecnologia da informação (CIOs) e tomadores de decisão de TI em todo o mundo descobriu que um grupo de empresas conseguiu transferir a maior parte da hospedagem de TI para a nuvem dentro do prazo e do orçamento. Outras, no entanto, estão sofrendo as dores do crescimento e perdendo oportunidades com ineficiências na orquestração de migrações para a nuvem, adicionando custos e atrasos inesperados. Daí a importância de se contar com consultores especializados.


Fato é que a pandemia de Covid-19 impulsionou metas ambiciosas, pois desencadeou a necessidade de acelerar o ritmo de digitalização das empresas. Na área de alimentação, por exemplo, isso ficou muito claro. Uma rede de fast-casual que atendia cerca de 50 mil pedidos online por dia viu esse número saltar para 400 mil de repente. Esse volume teria sobrecarregado a infraestrutura legada da empresa se ela não tivesse feito a transição de seu sistema de e-commerce e pedidos online para a nuvem antes que ocorressem bloqueios relacionados à pandemia.


Em 2024, segundo a pesquisa, a maioria das empresas deseja que 80% dos valores investidos em hospedagem de TI sejam direcionados para a nuvem, incluindo nuvem privada, infraestrutura como serviço (IaaS), plataforma como serviço (PaaS) e software como serviço (SaaS). Alcançar essa aspiração exigirá um esforço significativo das empresas e dos fornecedores de tecnologia.


Hospedar aplicativos específicos do setor na nuvem tem um apelo crescente para empresas em todos os setores. Entre 2021 e 2024, os gastos em nuvem pública em aplicativos verticais (como gerenciamento de armazém no varejo e gerenciamento de risco corporativo no setor bancário) devem crescer mais de 40% ao ano, em comparação com cerca de 25% para cargas de trabalho horizontais (como relacionamento com o cliente e gestão). E em saúde e manufatura, as organizações planejam gastar cerca de duas vezes mais em aplicativos verticais do que horizontais.


Os benefícios dos aplicativos verticais baseados em nuvem podem ser transformadores. Hoje, a empresa média atende cerca de 35% de suas necessidades de nuvem. Para atender às ambições de nuvem das empresas, no entanto, a maioria espera elevar esse número para cerca de 50% até 2024. Isso significa que as organizações em todo o mundo buscarão contratar ou requalificar pelo menos um milhão de novos desenvolvedores de nuvem nos próximos três anos.


Fonte:https://www.mckinsey.com/industries/technology-media-and-telecommunications/our-insights/cloud-migration-opportunity-business-value-grows-but-missteps-abound


1 visualização0 comentário